15 julho 2018

Esquadrão Marte (Biker Mice From Mars)




Depois de um longo hiato, venho a retornar a este blog com mais uma postagem nostálgica. Sim, depois de um longo tempo sem escrever nada hoje me pintou um relampejo de vontade e vamos falar de desenhos clássicos. 



Esquadrão Marte foram personagens criados Rick Ungar para uma animação que foi lançada em 1993 e encerrada em 1996 com três temporadas. Contava a história de 3 camundongos de marte fugitivos de seu planeta que foi dominado por Plutarkeanos. Acabaram parando na terra numa garagem chamada Última Chance, lá eles conhecem uma mulher com nome de Charlie que está sendo ameaçada de perder sua garagem para o magnata Lawrence Buchecha, que é um Plutarkeano disfarçado.






Cada Rato Motoqueiro (ou Camundongo, ou roedor...) tinha sua assinatura. Tod (Trottle) Tinha uma luva de combate e um raio laser, o fortão Brad (Modo) tinha um braço biônico e era caolho e o Vinnie tinha uma placa de metal na cabeça similar ao personagem Kano do Mortal Kombat.





Lembro do desenho que começava quando eles estavam fugindo dos Plutarkeanos, mas lá pra frente dos episódios tinha episódios explicando o antes dos personagens, ainda mantendo um nível de não mostar cenas muito pesadas.


Entre os vilões, além dos Buchecha. Haviam o professor cérebro, Bandalha (um mecânico todo sujo de gracha) , Napoleão Brie (um rival de Bochecha) e Lorde Camembert que é um conselheiro do governo que verifica as ações do Bochecha em nosso planeta.


Aqui no Brasil foi exibido na TV Colosso e posteriormente engavetado (como a maior parte dos desenhos), talvez por baixa audiência. Não ganhou nenhuma nova chance posteriormente na TV Aberta, também teve sua exibição na Fox Kids. E por aqui dentre os produtos licenciados tivemos revistas em quadrinhos e bonecos de ação:





Os infames ratos também acabaram ganhando um game para Super Nintendo, aos moldes de Rock n Roll Racing. Um jogo com muitos personagens desbalanceados em seus veículos. Curiosamente criado pela Konami conhecida pelos jogos das Tartarugas Ninja:




Em 2006 lançaram novos jogos da franquia para Playstation 2 e Nintendo DS. Dei uma chance pra versão de DS, mas a história que mudou os inimigos (não jogo são gatos antropomorfos), além da jogabilidade confusa usando os botões L (ou R) como pulo acabou me afastando do game. Ao pesquisar descobri que houve uma nova série em 2006, que foi exibida somente na Europa.

Do desenho realmente lembro pouco sobre os episódios. O que mais me marcou era o cumprimento Plutarkeano com a bunda que em português se dizia "Bumbum bumbum, poupança com poupança. Olha como a gente balança" e o grito de guerra Let's Rock and Ride! (Apontar e decolar, em português).



Esquadrão Marte é um desenho típico dos anos 90 que tentou, com as formulas utilizadas nos anos 80, inovar com personagens antropomorfos do espaço no nosso planeta tentando ajudar alguém e lutar contra o mal. Acabou se atrapalhando por ter personagens que mereciam um roteiro mais ousado, acabou ficando aquém do resultado final. Quem sabe se resgatam eles para uma série digna como fizeram com as Tartarugas Ninja?

Abertura:


Encerramento/ Créditos:



04 junho 2018

Laços de Família Perigosos.



Olá mais uma vez: venho aqui deixar mais algum registro pessoal dos acontecimentos em minha vida. Eu realmente estou com muito pouco tempo pra dispor para discutir e trazer novidades.

Durante a semana passada tive momentos tensos: pois descobri que minha tia deu um jeito de por uma advogada pagando módico valor com serviços  para agilizar o inventário da casa onde moro. Já cheguei a comentar aqui o que ocorria com a situação entre ela e minha mãe, apesar de tudo ela não desistiu de tirar a parte dela da herança. 

Eu tinha que ter me precavido, mas ao menos tenho apoio da família da minha mulher. Seja o que for que vá acontecer, sei que vai ficar tudo bem. Bom, no dia que fui lá a advogada falou dos tramites legais, do imposto de transmissão com algumas informações imprecisas que pesquisei depois, mas o mais gritante foi ela ter ignorado o testamento e ter proposto a divisão do bem em metade pra mim e pra minha tia, sendo que em testamento meu avó tinha deixado a maior parte para minha mãe. 

Sem contar que esta foi super grossa quando pedi uma declaração de comparecimento para apresentar no trabalho, não vou dizer o que ela fez. Isso quase me prejudicou. Isso me deixou mais alerta ainda. Vejo a diferença entre minha tia e minha mãe: minha mãe nunca fez caso com um imóvel do meu pai cujo minha avó por parte de pai morava, até deixou pra lá. Agora minha tia e o tipo de pessoa que vai até o fim para o que deseja, provavelmente por mágoa do meu avô. Ainda quer exibir virtude dizendo que gostava deles depois de tudo que fez. Se exibindo com sua viagem a portugal, visitando parentes... Uma vida bucólica que nunca se interessou, é como se fosse um arrependimento, uma fachada.

Sem contar que tive problemas, pois em 2015 mal tinha passado um mês do falecimento da minha mãe ela usou meu primo pra cobrar o dinheiro do enterro da mesma - que eu tinha prometido pagar posteriormente. Estava num momento delicado em que não estava recebendo o dinheiro da empresa que estava trabalhando, e foi uma tia da minha esposa que me deu o dinheiro pra pagar a ela, encaramos como um empréstimo e devolvi a quantia esse ano. Isso não teve preço pra mim. 

Algo me diz que vou ter que lutar, não aceitar qualquer proposta ou acordo vindo dela. Tomar muito cuidado, meu sentido me alerta perigo vindo de alguém que finge preocupação. Além do mais tenho contato com uma amiga da minha mãe que tem contato com ela e os relatos dela quando pergunta de mim ela diz sem muito interesse.

17 maio 2018

Como Me Tornei o Pior Ex Aluno da Minha Escola



Reencontrar com o passado: o sabor da nostalgia, ainda mais dos tempos de colégio. Mesmo os mais anti sociais (como eu) tem um certo saudosismo de algumas coisas. Não que meus tempos de colégio fossem os tempos mais românticos que fossem. Mas a gente acaba cedendo a curiosidade e talvez uma nova chance a algumas pessoas.

Papeando com um amigo no qual estudamos juntos ele havia me falado de um pessoal que estava num grupo de ex alunos do meu antigo colégio. Eu pensei, por que não? Pedi que ele me adicionasse a esse grupo e assim foi feito. 

Eles estavam pra realizar um encontro com os ex alunos. O que inicialmente era uma coisa simples, passou a ser um evento e começaram a cobrar 50 reais por pessoa e colocaram uma data limite em um mês para realizar em outro. Eu falei que iria ver, mas que não poderia me comprometer com o valor, achei alto pra algo que era mais simples antes e poderia ser feito com um valor menor. Provavelmente fui o único que discordei.

Enfim, o evento ocorreu e segundo informações teve mais de 400 pessoas, o negócio parecia um evento de anime pra adultos. Com stands e atrações remetendo ao colégio o tempo todo, parecia uma fandom de quadrinhos ou de animes só que com o tema do colégio. Bizarro. Tá, pode ser que não tenha moral pra criticar, mas tenho que falar a realidade do que vi e também assumo que sou nerd e gosto de eventos no tema de animes, mangás e outras loucuras.

Depois do evento, teve as postagens das fotos onde eu vi o sentimento e o amor que todos tinham pelo colégio, até entusiasmado demais. Mas é a nostalgia: aquilo que alguns momentos me faz gastar dinheiro também como no caso de alguns personagens de quadrinhos e desenhos animados. 

Durante esse momento de comentários e fotos pintou uma postagem dizendo que se no próximo evento eles conseguiriam superar o número de convidados. Simplesmente respondi que cobrando 50 reais por pessoa seria difícil, visto que pra mim é e acredito que para muitos é complicado dispor desse valor pra um evento. Alguns foram contra minha opinião, mas vi argumentos pouco convincentes e com aquela carga de nostalgia. Mais que natural dentro de onde eu estava e vindo das pessoas. 

Só que durante esse papo veio comentários de um cara que provavelmente tinha a ver com a realização do evento, dizendo que não tinha o direito de criticar porque não compareci, que o evento foi bom, que eu devia dar valor a quem produziu o evento... Eu fui checar as postagens do cara no grupo o cara parece que tinha uma relação obsessiva pelo colégio. Tipo aqueles fãs de star wars ou qualquer outra coisa nerd, era um nerd com uma fixação pelo colégio.

Simplesmente respondi que eu já tinha trabalhado com organização de eventos e acredito que poderia ser feito com menos de 50 reais, somente isso. Mas se estão satisfeitos com o resultado, que poderia até ser cobrado mais e teve gene que concordou com a ideia. As pessoas estavam satisfeitas com aquilo, não as condeno. Só que eu tinha uma opinião diferente, não queria uma confusão por causa  disso. 

Isso foi o estopim pra meu banimento, eu já tinha sido banido do grupo do Zap também sem nenhum motivo aparente. Fiquei lá numa boa, falei minhas nerdisses do jeito que eu sou, mas sempre acabo me esquecendo o quanto esse comportamento não é aceito por todos e me dei conta que vivo numa bolha quando se trata de internet, talvez por me acostumar com pessoas que tem os mesmos gostos e achar que todos tem uma mente aberta quanto a isto.

Não tenho nada contra com esse evento, somente tinha com o valor cobrado. É uma pena que o organizador dono do grupo tenha me expulsado, provavelmente ele é um ser tão pequeno que se acha porque organizou a bagaça e como tá cercado de gente bajulando ele aquilo deve estar alimentando o ego dele de certa forma que está em um frenesi. Até melhor pra mim porque é terrível gente com este tipo de comportamento tóxico.


01 maio 2018

A Volta Da Disney ao Mc Lanche Feliz.






O leitor Dyel me passou essa notícia um pouco antiga, mas que vale a pena tamanha a relevância para muitos: em 20 de fevereiro desse ano a Disney voltou com a parceria com a rede de fast food Mc Donalds em camapnhas publicitárias envolvendo a refeição infantil Mc Lanche Feliz. A empresa vai poder fazer brindes de produções selecionadas pela empresa da Walt Disney Animation Studios, Pixar Animation Studios, Disney Live Action, Marvel Studios e Lucasfilm (Star Wars). As primeiras produções a receberem brinquedos no lanche serão Os Incríveis 2 em Junho e Detona Ralph 2 em 21 de Novembro.

2006 foi a última vez que a empresa trabalho com brindes baseados em personagens Disney. A inesquecível coleção do filme Carros da Pixar (que você pode ler aqui) e Piratas do Caribe nos Estados Unidos.

Fonte: Mc Donalds News


29 abril 2018

[Crítica do Koi] Pokémon o Filme : Pokémon Eu Escolho Você




Olá pessoal: depois de muito tempo sem postar, eis me aqui novamente com uma resenha de filme. Uma coisa também que não fazia muito tempo que não escrevia.

Filmes do Pokémon sempre foram aqueles filmes para uma diversão fugaz - pra quem curte o universo Pokémon e relacionados. Mas aqui temos um filme com uma certa qualidade e com um certo grau de boa história.

No filme acompanhamos a jornada do Ash com algumas modificações na trama, um roteiro mais bem trabalhado longe do herói envergonhado que ele protagonizava na animação para TV. Aqui temos um personagem com seu objetivo bem mais vivo do que durante os episódios do desenho.

Spoiler:

Apesar de ser um filme que engloba um conceito coletivista (humanos cooperando  com as criaturas Pokémon) temos uma certa dose de individualismo bem centrado como na parte em que Ash e a borboleta Butterfree se despedem para que ela possa fazer sua migração. Durante desse tempo um dos personagens cita - por mais que os Pokémons dependam dos humanos, cada Pokémon é um. Uma clara referência a individualismo. 

Outro momento emocionante é quando o herói perde as esperanças e entra num mundo sombrio nos quais os personagens que ele conhecera estão diferentes, onde ele não tem auto estima. Pra mim um dos pontos altos do filme e quando ele supera esse momento depressivo e sombrio e recupera sua auto estima. 

Talvez o ponto mais negativo foi a batalha final com o Pokémon lendário que ele queria tanto encontrar no final (Ho - Oh) sinto que os criadores do filme não quiseram dar esse gosto de ver o personagem batalhando com ele: somente vemos posteriormente indo pro Centro Pokémon recuperar seus Pokémons da batalha, sem nenhuma conclusão. É como se os criadores do filme ficassem com medo de entregar esse tipo de possibilidade para o espectador, deixando subentendido para qualquer conclusão.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

De qualquer forma, é um bom filme. O melhor que Pokémon já apresentou: vale a pena pra assistir com seu filho ou se você for fã, assistir e ficar com raiva de como a animação tratou o universo dos jogo com tamanho descaso. É um filme moderadamente bem intencionado, mesmo com seus defeitos.  


25 março 2018

Foguetex Estrela (Anos 80?)



Tenho algumas lembranças obscuras da infância: por exemplo a primeira ida ao shopping com minha mãe. Na época me levara ao Norte Shopping e lá vi numa loja um pequeno carrinho na vitrine igual a este:

Lembro que fiquei encantado e pedi pra minha mãe me dar, foi lá pagou só que a atendente me deu um carrinho num blister cartela e eu abri o berreiro porque queria o fora da embalagem aí ela foi e me deu o carrinho da vitrine que era praticamente a mesma coisa, birra de menino mimado e sem noção.

Acontece que tempos depois andando pela rua minha avó evitando que atravessasse descuidadamente me puxou pelo braço e eu estava com esse carrinho na mão,  aconteceu dele se despedaçar todo por conta de um carro que passou por cima dele e eu chorei aos berros. Tempos depois ganhei outro carrinho desse.

Assim foi a história do Foguetex. Na verdade nem lembrava do nome do carrinho, somente da embalagem a qual ele vinha lacrado onde ele aparece dando uma empinada. Foguetex era um carrinho de fricção que empinava ao puxar ele pra trás. 




Talvez não tenha sido um brinquedo significativo ou tenha tido uma história tão inusitada quanto a minha. Mas eu fiquei com uma pontinha de saudade desse carrinho.





18 março 2018

Retornando as Postagens.




Pessoal estou de volta: estava com muita saudade de vocês. Pra quem viu o Blog muito tempo parado e não estava inteirado do que aconteceu porque não acompanha a página do Facebook ( que aconselho fortemente que vocês curtam ela clicando aqui). Aconteceu o seguinte: meu PC de reserva foi pro pau por conta do cooler que não estava mais dando conta do recado. Isso no final de janeiro. Somente no final de Fevereiro pude compra-lo pra que em Março eu pudesse istalar aqui.


As coisas aqui estão numa mudança: com o meu filho mais presente em casa fica complicado postar com tanta frequência, mas não quero parar de continuar com o trabalho do blog. Pretendo no futuro reformular o mesmo com uma nova identidade visual e continuar com as postagens nerds de brinquedos e desenhos clássicos. Infelizmente por conta desse contratempo perdi as postagens de novidades de páscoa que iria fazer, a data já está perto e não tem sentido eu fazer isso agora.

Aguardem novidades até porque deixei aqui salvo no sistema do blog algumas postagens, mas não estou com cabeça pra fazer isso agora porque estou ajeitando o meu pc aqui com alguns ajustes, devo postar algo ainda este mês. Até lá.

Aproveitando, vou deixar meu canal do Youtube que infelizmente ficou desmonetizado devido as novas políticas da plataforma. Quem curte meu trabalho se inscreve a ative o sino de notificações. Mais uma vez obrigado.