31 março 2015

Março 2015.



Hoje resolvi ressuscitar o lado pessoal que este blog tem: afinal foi a motivação de uma narrativa dos acontecimentos que fez com que eu criasse esse espaço. Realmente esse momento de crise e afim que está ocorrendo tem me preocupado: praticamente sem emprego com menos de 15 reais no bolso e não tendo como ajudar minha esposa e filho. Eu entro em parafuso quanto tenho que pensar nisso. Estou tentando, mandando currículos etc... Até tem uma empresa que já enviei os documentos para contratação que disse que seria marcado para o dia 11, só que nenhum posicionamento. Aí resolvi ligar pra lá, ficaram com meu telefone e disseram que retornariam contato caso tivesse novas informações.

Esse mês um processo que eu e minha mãe movemos contra a distribuidora de água da minha cidade devido a má distribuição da mesma na minha rua deu um resultado: a juíza chamou minha mãe para comparecer com testemunhas a uma audiência. Eu e ela achamos que é um tiro no escuro isso tudo, mas foi devido a conselho de vizinhos que entramos com uma ação e de uns tempos pra cá a distribuição do recurso hídrico melhorou bastante! Agora a advogada quer um ressarcimento do período que ficamos com ausência total de abastecimento. E parece que essa ao menos está agindo.

Agora eu tava reparando num fórum de games que eu frequentava regularmente onde alguns que frequentavam também o Dreampower estão. Tudo porque um dos que queria minha cabeça por ter feito fakes no antigo fórum lá nos idos de 2007 pisou na bola. Eu explico: houve uma mudança na administração desse fórum e sempre houve eleições para decidir quem iria moderar e administrar o dito cujo. Só que esta pessoa ao ficar nesse cargo fraudou as eleições e não só isso: ele estava por baixo dos panos tendo acesso ao painel administrativo do lugar mesmo depois de ter tomado uma expulsão. É meu: sempre achei estranho a postura deste pra ser sincero, mas agora fazer o que faz por conta de desavenças pessoais (porque isto foi movido por conta de um dos participantes do fórum que estava extrapolando, mas que de uma forma ou de outra ele seria expulso pela rejeição e sobretudo desrespeito as regras de boa convivência). Uma confiança foi depositada nele e ele joga assim no lixo. Sempre desconfiei dele, mas não esperava esse tipo de atitude. Se ele faz disso num fórum, quem dirá o que ele faz em sua vida pessoal. Pior ver gente defendendo o cara só porque as pessoas equivocadamente ligam a ação dele com o banimento de uma persona non grata. E taxaram de Messias no final.

 Eu ao menos tento me manter tranquilo, mas minha situação é bem crítica.




30 março 2015

Tri Kids Bob's Março 2015 - Duendes Mágicos



Mais uma vez aqui tendo o papel de divulgador do Bob's sobre os brindes desse mês, com um pouco de atraso venho a divulgar os 5 modelos de Duendes Mágicos. Febre nos anos noventa, essas criaturinhas com cabelo arrepiado e desnudas voltam agora na rede nacional de fast food como brinde de lanche, bem como podem ser adquiridas individualmente por apenas 9,50.

26 março 2015

Kit Habbib's Março - Abril 2015: Bob Esponja: Um Herói Fora D'água



O Habbib's continua a apostar no Bob Esponja como personagem de seus brindes: depois dos copos, agora vem os chaveiros dos personagens: Gary, Sirigueijo, Lula Molusco, Patrick e Bob Esponja:








Os personagens podem ser adquiridos sem comprar o lanche por 8 reais cada um. Lembrando que o SBT agora tem os direitos de exibição da animação do personagem e pretende começar a exibição do mesmo em abril deste ano.

21 março 2015

Grua Mini House


Com a moda das máquinas operadas com moedas que dão de de prêmio miniaturas: acabou pintando essas mini gruas em algumas bancas do Rio de Janeiro. Os prêmios são miniaturas de personagens como Angry Birds, Snoopy, relógios... Bem interessante! Achei duas dessas máquinas em Madureira, mas não tive sucesso em nenhuma das duas. O preço de cada tentativa é um real.



Mc Lanche Feliz Março - Abril 2015: Cada Um na Sua Casa.



Olá amigos: alguns restaurantes da franquia Mc Donald's por aqui já começaram a soltar os novos brindes que serão vinculados na próxima semana (dia 25). A coleção se baseia no próximo filme da Dreamworks Cada um na Sua Casa - que narra as aventuras de um alienígena banido de seu planeta. A coleção é composta por oito personagens sendo 6 facetas do personagem protagonista da animação o alienígena Oh (dublado por Jim Parsons: o Sheldon de Big Bang Theory) abaixo vocês conferem os itens que fazem parte da coleção nacional:


Achei também um vídeo com as surpresas:




19 março 2015

Recordar é Viver #11 - Dragon Ball no Brasil e Seus Games (1995-2001)



Olá amigos, mais uma vez estou aqui com mais uma edição de R.E.V. Nesta vamos lá buscar as esferas do dragão. Falarei de Dragon Ball mais de como conheci e foi divulgada a série, não vou falar sobre o criador ou coisas que a Wikipédia falaria dessa animação tão popular.

O primeiro contato que eu tive com o nome do Dragon Ball Z foi na finada revista Videogame número 27 (veja a revista completa Clique Aqui):  a revista tratava de uma análise e dicas de Super Butoden 1 um conhecido jogo de luta do Super Nintendo (Super Famicom):


Posteriormente, com a chegada de Cavaleiros do Zodíaco as emissoras e a imprensa especializada começou a se mexer e correr atrás de outras produções para competir em atenção com a animação de Kurumada. Até a própria emissora (Manchete) corria atrás de outras produções afim de ter uma variedade nas sua programação de desenhos e séries. Até que Dragon Ball foi parar no SBT onde foi exibida incompleta na emissora:


A animação, apesar de ser interessante, não impactou a popularidade de CDZ. Acredito pelos motivos de que Cavaleiros tinha uma história com Mitologia que faziam mais sentido a nossa cultura que o Dragon Ball e pela infelicidade de cair numa emissora como o SBT que historicamente demora para renovar episódios de desenhos normais, imagina de um anime como Dragon Ball. Produtos foram lançados por aqui: bonecos do Goku, Kuririn e Yancha, dominó entre outros..., só que timidamente porque Cavaleiros era a animação do momento.



Quando em 1999 a Animax (revista informativa da época) noticia em uma de suas edições que Dragon Ball Z iria passar na Band nas tardes durante a semana. O que foi recebido com grande surpresa e alegria por mim. Só que lembro que foi sem nenhuma divulgação e planejamento - jogaram o anime ali pra ver no que que dava. E acabou colando: teve boa audiência, expandiram trazendo mais animações e fundaram o bloco chamado Band Kids... enquanto o SBT na surdina reprisava a série que eles tinham desde 1995 no Bom Dia e Cia, sem passar os episódios que faltava: ou seja, ficava uma lacuna entre Dragon Ball e Dragon Ball Z. Só mais tarde (em 2002) quando a animação estava nas mãos da Globo é que a primeira animação foi exibida. Com censura, mas foi.

Nesse histórico notamos como as animações Japonesas são tratadas aqui: jogam na mão de um distribuidor e causa essa "bagunça" na hora de exibir. Nada é feito de uma maneira organizada e de respeito ao fã. 

No quesito games, devido a sua grande popularidade no Japão, o desenho ganhou várias versões de jogos adaptando suas sagas. Boa parte deles é bem ruim, lembrando que aqui é uma análise dos jogos que costumava jogar em consoles dos anos 90 a 2001 (no caso Playstation e Super Nintendo). Claro que houveram jogos para outros consoles que eram presentes aqui (como Sega Saturn e Mega Drive), mas como eram versões parecidas com os que vão ser citados e não tive a oportunidade de jogar na época, não serão citados.

Dragon Ball Z Super Butouden 2 (Super Nintendo) - Esse foi o segundo jogo da série Dragon Ball que joguei, na verdade esse jogo (assim como o 3) ficou muito conhecido por ter sido amplamente pirateado na época. Ainda mais no auge do desenho. Aqui conta a história da saga do Cell - no caso ele já alcançado sua forma perfeita (o que acontece em Super Butouden 1) e depois parte para o arco dos filmes especiais do Bojac e do Broly (este você só enfrenta se não perder nenhuma luta no hard). Existe alguns truques pra fazer no jogo como deixar os personagens pequeninos e jogar com o Goku e o Broly que são secretos. Tradicionalmente como todo o jogo da série Butouden era possível se distanciar de seu rival deixando a tela dividida.

Dragon Ball Z Super Butouden 3 - O pior da série: apesar de melhorar muito a jogabilidade comparado aos anteriores ( e isso não adiantar nada para tirar a ruindade do jogo), o jogo é o mais fraco da série que não é lá grande coisa. A maior parte dos lutadores é Goku e guerreiros Saiajin e os vilões Darbura e Majin Boo. Neste game é possível aumentar a velocidade do jogo e também desbloquear o Trunks do futuro como lutador secreto (eeeh mais um Saiajin). Cenários pouco interessantes e com o tema se baseando na saga do Majin Boo (a pior arco do Dragon Ball na Minha Opinião).


Dragon Ball Legends (Playstation)- O jogo mais completo e acessível (pra época) e divertido de se jogar. Aqui o jogo cobre toda a saga Z de Vegeta até Majin Boo. Com uma jogabilidade mista de estratégia e luta bem interessante e não é difícil de aprender. Praticamente você controla todos os personagens da série, joguei muito emulando e no console Ps1 na casa de amigos, é um jogo que ainda preciso revisitar.


Dragon Ball Z Ultimate Battle 22 - Game de luta versus do PS1. Esse game usa na cara de pau os sprites do jogos Butouden de SNES (tanto que a movimentação dos personagens ainda é dura) somado a cenários 3D mais feios que a Pedreira da Toei. O jogo possui 22 personagens a serem selecionados, sendo 5 secretos. Na época que joguei essa maravilha no emulador não tive paciência pra desbloquear esses ditos secretos, então imagina a maravilha de jogo que é isso.







Dragon Ball GT Final Bout: Essa "maravilha" foi o último game lançado pro PS1 - era o game que os camelôs daqui colocavam quando Dragon Ball era uma Febre por causa da intro fodona, mas quando você chegava ao jogo em si, era a píor experiência que todos os jogos da saga Super Butouden juntos. Jogabilidade travada, bonecos que socam o ar e acertam o personagem... Nem o 3D bem regular que o jogo apresentava salvava o desastre. Esse eu desisti na primeira tentativa e nem depois de dar uma chance consegui jogar esta joça.




Bom pessoal, por hoje é só com mais um episódio de Recordar é Viver com o especial Dragon Ball. Acho que todos viveram esse período devem sentir saudades ou pelo menos ter conhecido os games de Goku e seus amigos. Claro que em sua maioria não foi a experiência gratificante que esperavam, mas pelo menos hoje podemos curtir bons jogos da franquia nos consoles atuais. E relembrar como o anime chegou e essa demora em perceber a grande popularidade dele é uma lição que a Toei e qualquer distribuidora japonesa deveria entender e quem sabe aprender a distribuir e trabalhar com suas marcas por aqui. Abraços e até a próxima!

17 março 2015

Parceria Entre Nintendo e Empresa de Celulares Mostra Como o Público dos Games Está Dividido



Segundo a nota da Finalboss a Nintendo anunciou hoje que fará uma parceria com a empresa DeNa Co. (uma empresa de Celular Japonesa). Segundo a fonte, foi devido a pressão dos acionistas. A empresa promete conteúdo inédito para os Celulares, sendo que esses jogos também serão lançados as plataformas Nintendo (3DS e WiiU) e inclusive PC.

Esse anúncio é a prova cabal de que o mercado de games atual está numa divisão entre os fãs que curtem experiências com a tecnologia top e as pessoas que somente querem se divertir e não pensam em adquirir um aparelho ou turbinar o PC para isto. As pessoas querem praticidade sem frustração: e é o que a maioria dos jogos de celular oferecem para todas as idades. Sem muito gasto nem depender de um outro dispositivo seja portátil ou conectado a TV.

Antes para se ter acesso a jogos era necessário adquirir um aparelho para tal e ficar preso a biblioteca do mesmo. Hoje com tanta diversidade de dispositivos que fornecem praticamente o mesmo tipo de jogos. Ter um console virou algo pra quem curte mesmo, mais para os fãs que cresceram com isso. Videogame que era uma estação para conteúdo de jogos eletrônicos hoje compete com dispositivos que oferecem conteúdos tão atraentes quanto.


16 março 2015

Avengers: Age Of Ultron - Nova Imagem Revela Novos Personagens.



Depois daquela postagem do Toy Ark, acredito que muita gente ficou desanimada com a qualidade das figuras do novo filme dos Vingadores: A Era de Ultron. E ainda assim pouco me agrada e acredito que muitos também não vão achar grande coisa. Não é questão nem de comentar sobre articulações e tudo, mas a escultura da Feiticeira Escarlate (Scarlet Witch) tá pior que a da Víúva Negra do primeiro filme.

Nem preciso falar que o Homem de Ferro é um reaproveitamento da figura básica da coleção do terceiro filme.

11 março 2015

O Preço Que Se paga Por Ser Colecionador #2




Olá amigos, mais uma vez estou aqui para comentar sobre o colecionismo. Acho que todos estão a par do que ocorre neste governo e a alta do Dólar, além da crise na Petrobras, entre outras que influenciam no preço das coisas essenciais e nos superfulos (no caso nossas coleções).

Essa semana algumas lojas já implantaram preços novos em muitas coisas colecionáveis: por exemplo Hot Wheels que custavam 4,99 em 2011 estão a 7,99, Figuras da Marvel Universe que antes eram 30, 40 estão na casa dos 50, 60 reais e ainda acredito que vai aumentar mais, as minifiguras que vem em pacotes que hoje estão na casa dos 15 reais, As importações que antes eram uma vantagem para tudo que é produto e hoje nem vale mais tanto a pena... Podem dizer, mas é besteira... Só que isso mostra como não está fácil pra ninguém viver nesse país. Pra mim não tem jeito: só uma limpa geral que vai resolver.

Eu pelo menos optei pela mudança nessa eleição, e não me arrependo: a corda iria arrebentar mais cedo ou mais tarde. Eu esperava isso, mas jamais permitiria na presidência uma presidente omissa a isso tudo e que ainda teve a cara de pau de se reeleger. E ainda usou de medidas que disse que seu concorrente faria, forjou uma campanha com mentiras

Agora, como meu diria meu professor de história, é sentar e chorar! Eu sabia que não daria pra reverter isso tudo que estourou recentemente, talvez se houvesse outro governante, de qualquer partido que fosse, desestruturasse todo esse esquema malandro que culminou essa crise. Ela chegaria do mesmo jeito, disso não tenho dúvidas, mas quem sabe estaríamos um pouco melhor.

O cenário do colecionismo nacional nunca esteve tão ruim quanto atualmente, quem sabe voltemos aos bons tempos? Para isso vai se levar muito tempo.

02 março 2015

Páscoa 2015: Os Brindes das Lojas Especializadas.



Amigos, mais uma vez com um tópico sobre páscoa. Hoje vou tratar dos brindes dos ovos das loas especializadas (leia-se as grandes redes Cacau Show, Brasil Cacau e Kopenhagen). Iremos começar pela...

Kopenhagen


A mais antiga franquia no ramo está com ovos dos personagens da Disney Mickey e Minie que acompanham uma luminária ambos são de 300g. Ambos os ovos são cobertos com confeitos coloridos (saudade do chocolate da Kopenhagen).



Brasil Cacau


A mais nova das três franqueadas vem com dois lançamentos:

Transformers 200g : O ovo vem com uma espécie de jogo de cartas.




Equéstria Girls: Rainbow Rocks 200g : O Filme para TV derivado de My Little Pony: A Amizade é Mágica vem com uma maleta de metal das personagens.







Cacau Show


A empresa vem com 4 lançamentos para esta páscoa, apostando em brindes mais interessantes.

Chocobichos 160g : vem com uma pelúcia que vira travesseiro.


Bellas 160g : Vem com uma bolsa para as meninas colorirem com canetinhas, que também acompanha o kit.






Pequeno Príncipe 160 g: Vem com uma raposa de pelúcia (adoro essa parte do livro):





Capricho 200g : apostando nas adolescentes, a empresa aposta no sabor milk shake neste ovo de páscoa que acompanha um copo.





Liga da Justiça 160g : a empresa não esquece os fãs de super-heróis e traz um ovo com fone de ouvido dos personagens Super Homem e Mulher Maravilha: